segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

História de um casamento

Já tinha visto essa história num blog e não sei se é verdade (acredito que sim).
Mesmo assim resolvi repassar pq achei bonito...
bjs

Guarde este post e leia toda vez que estiver estressado com o casamento, quando tiver ataques de raiva ou quando pensar em desistir de tudo.



A moça da foto se chama Katie Kirkpatrick, de 21 anos. Ao lado dela está o noivo, Nick, de 23. A foto foi tirada pouco antes da cerimônia de casamento dos dois, realizada em 11 de janeiro de 2005 nos Estados Unidos. Katie tem câncer em estado terminal e passa horas por dia recebendo medicação. Na foto Nick aguarda o término de mais uma destas sessões.



Apesar de sentir muita dor, de vários órgãos estarem apresentando falência e ter que recorrer à morfina, Katie levou adiante o casamento e fez questão de cuidar do máximo de detalhes. O vestido teve que ser ajustado várias vezes, pois Katie perde peso todos os dias devido ao câncer.



Um acessório inusitado na festa foi o tubo de oxigênio usado por Katie. Ele acompanhou a noiva em toda a cerimônia e na festa também. O outro casal da foto são os pais de Nick, emocionados com o casamento do filho com a mulher que namorou desde a adolescência.



Katie, sentada em uma cadeira de rodas e com o tubo de oxigênio, ouve o marido e os amigos cantarem para ela.



No meio da festa Katie tira um tempo para descansar. A dor a impede de ficar de pé por muito tempo.


Katie morreu 5 dias após o casamento. Esta história corre pela internet e as fotos venceram um concurso americano de jornalismo. Ver uma menina tão debilitada vestida de noiva e com um sorrisão nos lábios faz a gente pensar se a vida é mesmo tão complicada...

4 comentários:

Julia Niquet disse...

Que linda essa historia. Só eu pra chorar lendo um blog de manha! hehe

ADorei o seu blog, linkei ele no meu, tá?

beijos

Polêmica disse...

Uma verdadeira lição de amor. Essa moça soube valorizar cada momento da vida, mesmo sabendo que sua vida duraria pouco, ela não desistiu do casamento que provávelmente era um de seus sonhos. Não devemos desistir dos sonhos jamais, até nosso última dia de vida, podemos realizá-lo e curtí-lo, mesmo que seja por pouco tempo.

Beijão!

Dani Noiva disse...

Recebi um e-mail com essa história e fiquei super emocionada. Mandei para todas as noivas que conheço.
Linda história.

Elisabeth disse...

Nossa vida é tão corrida que as vezes não paramos para pensar que ela é tão frágil...Linda história e fica uma lição para nós... Devemos viver a vida como se fosse o último instante... Me emocionou a história de Katie!!!!