domingo, 23 de maio de 2010

+ RELATO

*** Esse blog mudou de endereço! ***
Visitem o site e o blog: http://www.beatrizdias.com.br/ 
http://beatrizdiaseventos.blogspot.com/


Bem, estava devendo meus relatos, não é?
Vamos lá.


No relato I eu contei um pouco como foi o making of.
Mas relendo eu reparei que esqueci alguns detalhes...

Voltando.
Várias vezes durante os preparativos eu liguei para o Marriott para confirmar minha reserva.
Eu ia também usar o carro do hotel, mas isso eu não confirmei em nenhuma das vezes que liguei par lá... rsrs

No dia do casamento de manhã, liguei mais uma vez para confirmar minha reserva e dessa vez aproveitei para perguntar do carro. Para minha surpresa o Marriott não tem mais os taxis executivos, apenas taxi azul.

Bem, estava a pé... rsrsrs
Mas eu estava tão feliz, tão realizada, que nada tirava minha calma.
Comecei a pensar num plano B, mas sem stress...

O próprio Marriott me deu um contato de carro de aluguel.
Tentei ligar mas não consegui, então desencanei. Se não conseguisse nenhum carro ia de taxi mesmo ou então meu pai me levava de carro. Nunca tive sonho de usar um mega carro, só precisava mesmo de um meio de transporte.
Até brinquei que iria até de 175 se fosse o caso... rsrsrs

Lá no hotel, enquanto me arrumava, o Hicho me indicou também um local para locar carros. Ligamos, investigamos, mas não conseguimos.
Liguei para os meus pais e disse que iria precisar de carona... rsrsrs

Impressionante a calma. Ninguém acreditava...
Alguns minutos depois meu irmão me liga perguntando se servia um Civic Prata. Respondi que sim e pronto, resolvido.
Meus pais conseguiram fazer contato com uma empresa de taxi executivo e assunto encerrado.

No hotel eu me sentia a noiva mais linda do universo, daquelas de revista.
Ia passeando pelo hotel, tirando fotos e os hóspedes olhando... alguns paravam e elogiavam. Conversei com vários... rsrsrs
O Ricardo Gomes é o tipo de pessoa que toda noiva precisa ter ao lado. Ele é mega desencanado, tranquilo, relax...
Pedia mil poses, fazia graça pra eu rir... O pior é que às vezes ele não gostava da pose que ele mesmo tinha pedido! Aí ele me olhava com uma cara muito engraçada e falava: não ficou legal não! Daí dávamos risada!

As fotos com a minha família também foram bem legais.
Só fiquei de saco cheio quando foi todo mundo pra igreja e eu fiquei sozinha no hotel.
Ai é chato, o tempo não passa. Eu queria ir logo pra igreja mas não eram nem 19h ainda... tinha que esperar.
Tive vontade de fazer pipi e lá fui eu... rsrss E olha que fiz antes de colocar o vestido, mas como estava com vontade, achei melhor fazer logo do que correr o risco de ficar apertada na igreja.

Quando finalmente deu a hora de sair, lá fui eu para o carro.
O motorista levou um susto!
"Nossa, não sabia que ia levar a noiva, pensei que fosse uma convidada do casamento!"
Respondi: "Isso mesmo, vc vai levar a noiva!"
O pessoal da central de atendimento não passou a informação correta pra ele tadinho... rsrs
Fomos conversando no nosso "longo" trajeto... Ele contou que já tinha até neto, e nem 40 anos ele tem!! Surreal!

Enfim, como falei no outro relato, quando estava em frente ao Rio Sul me certifiquei de que poderia chegar com tudo!
E foi dado o sinal verde!
Quando estávamos nos aproximando da igreja, os seguranças foram sinalizando onde o carro deveria estacionar, pensando que era um convidado!
Coloquei a cabeça pra fora e falei altão: é a noiva que está chegando, uhu!
Daí eles saíram do caminho e pudemos entrar com o carro no pátio da igreja.

Olhei pra igreja e ela estava mais linda do que nunca! Uma iluminação maravilhosa na fachada! Nossa, que diferença a iluminação faz!

Fiquei lá um tempinho dentro do carro, não sabia se podia sair... olha isso!! rsrsrs
Falei com algumas pessoas que estavam no segundo andar do prédio, dei tchauzinho...
Ainda falei: não deixem o Diogo chegar na sacada!!!
Até que meu pai apareceu e uma assistente do cerimonial tb.
Fui logo perguntando pela janela: "posso descer? eu quero casar!"
Ela morreu de rir e disse que sim, eu poderia descer!

Desci do carro e fiquei ali no hall de entrada.
Quase caí pra trás com a decoração do Sharles. Realmente estava um espetáculo, chiquérrima!
Aquela árvore linda no meio do hall, cheia de flores, com muita luz....
Olhei a escada, que inicialmente não seria decorada, e lá estava ela com uns verdinhos...
Enfim, ali vi que sim, estava realizando o meu sonho, eu estava dentro dele e nem podia acreditar que o dia tinha chegado!
Era muita alegria, minha vontade era de ficar dando pulinhos!
A lapela do meu pai estava lindaa! 2 orquídeas lindas!

Conversei um pouco com a assistente, me certifiquei de que todos estavam lá, se já poderíamos começar...
Nisso veio a cerimonialista. Entreguei a ela os malditos noivinhos, expliquei rapidamente que eles não tinham sido entregues a tempo e pedir que ela os colocasse na mesa de doces, num cantinho qualquer.

Eu e meu pai ficamos escondidos na lateral da escada, de modo que quem estivesse no topo da escada não pudesse nos ver.
O Delfim estava tocando música, é o que ele chama de "sala de espera".
Me lembro exatamente da música que estava tocando... era "Por una Cabeza", música que adoramos e pedimos que ele tocasse. Fiquei ali, eu e meu pai, conversando, rindo, ouvindo aquela música maravilhosa...

Até que a música parou. Sabia que ia começar o cortejo. Nessa hora eu queria ser uma mosca para ver tudo!
Na hora que o Delfim começa a tocar "de verdade" é B-I-Z-A-R-R-O! O volume aumenta MUITO!
Ele mesmo diz que na sala de espera eles tocam só com 30% da capacidade deles.
Não tem jeito, todo mundo percebe que vai começar.

Os clarins surgem no meio das pessoas, do alto das janelas... é algo surreal mesmo.
Começou a tocar Clarins de Roma, a música que escolhemos para os padrinhos. Essa música é tão linda.... Sempre soubemos que essa seria a música dos padrinhos. E nessa hora eu vi de novo o quanto ela é linda!
Primeiro começam só os instrumentos, depois as vozes. Quando as vozes começam, os casais começam a entrar.
Como assisti a muitas cerimônias com o Delfim tocando, sabia exatamente o que estava acontecendo.
O meu pai ficou bem embaixo da escada, espiando pra mim e me contando.
Até que ele me disse qual o casal estava entrando e soube que era o último casal.

Depois começou a tocar Jesus Alegria dos Homens.
Eu tenho uma história com essa música. Antes de descobrir o nome dela, alguns anos atrás, eu ficava louca quando a ouvia tocar! Queria desesperadamente saber o nome, mas nunca dava a sorte da música tocar quando mais alguém estivesse perto de mim para eu perguntar. Até que uma vez minha mãe estava comigo quando ela tocou na televisão.
Ela também não lembrava o nome, mas me contou que quando ela estava grávida de mim ela tinha uma caixinha de música que tocava essa música e ela colocava na barriga pra eu ouvir. Achei tão surreal! Como pode essa "memória"? Coisas inexplicáveis da vida...

Tínhamos combinado da minha avó entrar com o meu irmão depois do último casal de padrinhos, com a mesma música deles. Meu irmão a colocaria sentada no altar, para que ela pudesse me ver de perto e se sentaria na primeira fila com a minha cunhada.
Quando estava no hotel, a cerimonialista me ligou dizendo que o Delfim tinha resolvido colocar uma música só para minha avó, e precisavam da minha autorização. Mais música tocada pelo Delfim?? Podia tocar até mais 10, pq quanto mais melhor!! rsrsrs
A sugestão dele foi a música Fascinação, mas eu DETESTO essa música! Não me perguntem os motivos, eu simplesmente não gosto...
Quando a cerimonialista me falou de Fascinação eu falei: peraí, deixa eu pensar um minuto...
Uns 5 segundos se passaram e eu comecei a rir! Falei pra ela que detestava essa música, que era para o Delfim tocar Jesus Alegria dos Homens pq essa música havia ficado de fora da seleção.

Então sabia que minha avó estava entrando com meu irmão.
Era engraçado saber o que estava acontecendo sem ver.

Depois começou a tocar Canon, outra música que amo de paixão. Sempre vi muitos programas de noivas, principalmente esses americanos, e lá as noivas entram muito com essa música. Só não entrei com essa pq realmente amo a Marcha Nupcial.
Quem entrou com Canon foi a minha mãe com o meu sogro. Eu ia ficando cada vez mais feliz pq sabia que minha hora estava chegando...

Aí começou a música do Diogo.
Essa música merece um capítulo a parte. Ele entrou com a música do filme O Último dos Moicanos, filme que ele ama de paixão. Em 2009, quando fechamos com o Delfim, ele nunca tinha tocado essa música. Até levamos o arquivo num pen drive e ele disse que faria um arranjo exclusivo para ele.
No início de 2010, quando fomos fechar o repertório, ele já tinha tido um noivo que também quis essa música! Aí ele nos mostrou como tinha ficado o arranjo e o Diogo mais do que aprovou. Ele estava um pouco tenso com isso... rsrs Com medo da música ficar muito diferente da orginal nesse arranjo do Delfim. Mas ficou muito bonita e o agradou muito.
No dia parece que a música estava mais bonita ainda... Sabia que ele estava entrando, e com isso pude ficar embaixo da escada, pois não corria mais o risco dele me ver lá de cima.
A música dele tocou durante muito tempo... falei com meu pai que o Diogo devia estar se rastejando, que ele estava entrando muito devagar para aproveitar muito a música exclusiva dele... rsrsrs

Depois começou a música da Bela e a Fera, música escolhida para as crianças.
Essa música é tão linda.... inicialmente havíamos pensado na música do Mágico de Oz, Somewhere Over the Rainbow, mas eu confesso que enjoei. Ainda bem que o Diogo concordou em mudar!
Eu sabia que nessa hora havia um saxofonista lá no altar tocando... nossa, como eu queria ver!!!
Uma das daminhas, a menor, me viu lá de cima da escada, e ficou olhando lá pra baixo e não andava!! Eu fazendo sinal com a mão pra ela entrar e ela lá vidrada me olhando! rsrsr
Até que o pajem que entrou com ela deu uma puxadinha de leve e ela foi... rsrsrs

Aí pronto. Entraram os padrinhos. Entrou minha avó. Entrou minha mãe com meu sogro. Entrou o Diogo. Entrou a criançada. O momento tinha chegado. Aquele momento com o qual eu sonhava desde os 3 anos de idade. Aquela hora mágica de desfilar no tapete vermelho como a criatura mais aguardada da noite. É, chegou a hora!
Durante todos os preparativos, quando eu pensava nessa hora mágica eu sentia um frio na barriga e meus olhos se enchiam de água. Pensei que esse fosse ser o sentimento no grande dia.
Que nada. Eu estava freneticamente alegre. Meu sorriso parecia que ia dar a volta pelo me rosto e parar na minha nuca.
Eu nunca senti tamanha alegria na vida. É um sentimento de dever cumprido, de realização, de realizar um sonho. E convenhamos, não é todo dia que a gente realiza um sonho né...

16 comentários:

Aline disse...

Bia!!! Parabéns pelo Blog! Sou Aline amiga do Diogo, cheguei aqui por acaso, procurando dicas de casamento para organizar um chá de panelas pra uma amiga, li seu relato e achei lindo fiquei toda emocionada sem saber que vc era vc e o Diogo era o Diogo! qdo vi o save the date não acreditei! mta coincidencia! Mais uma vez Felicidades ao casal! estava td mto lindo! beijosss

Larissa disse...

conta maaaais ! olha só, confesso eu..uma mera recém formada,apaixonada pelo namorado;tadinho já me ouve falar d casamento tda hora pq assim como a maioria das mulheres sim, sonho desde criancinha! ando lendo freneticamente blogs d casamentos...sem nem perspectiva d emprego pros dois..rs*mas viciei!e o seu é o 1o!li seu blog toooodo começando dos preps pra não perder a graça atééé chegar nesse mês do seu casório,e agora acompanho como se fosse novela,kro ver foootos!etc! sei que qdo casar mta coisa vai ter mudado,sou de SP,etc etc mas me sinto mais inteligente pro sonahdo dia rss* se ele lê isso,vai me axar uma doida louca pra casar...eles ñ entendem mto essa coisa de ''sonho de casar'' mas enfim!... =) beijão
Larissa.

Jacque - A noiva do ano disse...

Bia! Que relato lindo e emocionante! Ia lendo e como um filme as imagens iam se formando na minha cabeça. Bjs

Jackeline Mota disse...

Bia, que lindo! Seu relato tá perfeito. eu fiquei aqui com frio na barriga e com os olhos cheios de lágrimas. Que lindo! Que bom que foi td perfeito, vcs merecem. Mts felicidades. beijos,

Corina* disse...

ai que relato L.I.N.D.O!!!
amei!
cheio de detalhes!
bjinho

Corina

Noeli e José H. disse...

Que emoção mais gostosa ler seus post Bia!!
Lindo demais!!
Parabens!!

Felicidades Eternas!!

BjO*

Gi disse...

Oi Bia td bem?
Tenho que confessar que estou com lágrimas nos olhos por causa do seu post e que pude imaginar como foi o seu grande dia. Já pensou em ser escritora?
Beijos Gi

Ju disse...

NOssa, e que sonho, né Bia!!

Parabéns pelas escolhas! tudo lindo! Bom que vc estava calma, né? eu por enquanto estou, mas ainda falta mais de uma semana! rs

beijos, ju

Kelly Oliveira disse...

caraca Bia, eu tb me senti tão feliz no dia do meu casamento... pé uma alegria única!

Recomendo que todas as mulheres casem um dia!

carolina_fisio disse...

É exatamente assim que me sinto quando penso no grande dia, que será em junho/2012 (faaalta ainda...) ... penso que nem vou conseguir curtir como quero de tamanho frio na barriga, rs! seu relato está emocionante! parabéns pelo bom gosto do seu casamento, impecável!
beijos, Carol Machado

Verônica disse...

Beatriz....terminei de ler o relato em lágrimas, é um relato extrememente alegre e emocionante. Me caso dia 02/10/2010, acompanho seu blog e admito q estou entrando em contato com vááários fornecedores seus....hahahha
Os próximos da lista são: o fornecedor dos brownies (AMEI a idéia!!!) e agora o delfim....já q mesmo tão em cima da hora ainda não tenho músicos da igreja....é o q mais me preocupa agora.... Parabéns pelo blog!! Verônica

Tati... disse...

Nossa...me arrepiei de let esse post...
rsrsrsrsrs...
Fiko mto feliz por vc....
Espero que de td certo comigu tbm!!!!!
Bjus...
Sucesso Sempre!

: : Carola : : disse...

Ola, adorei o blog!
Conheça e siga o meu tb!
www.caroladuarte.com
Beijinho =)

Rrosemery disse...

OI Bia tem presente para vc lá no blog, bjs.

Mariana e Álvaro disse...

Nossa chorei lendo seus relatos eu não acedito como não se emocionou na espera de entrar na igreja... Lindo, lindo, lindo!

Letícia disse...

Eu vim confessar uma coisa, sou meia durona, depois de um namoro de 6 anos que nao deu certo, sempre digo q nao vou me casar. Uma amiga que sempre sonhou em casar e uma prima mais nova, vao se casar no fim do ano, e eu estou ajudando em algumas coisas, principalmente sobre a festa, pq gosto dessa parte... E estou aki lendo seus relatos e da pra acreditar q me emocionei com os detalhes das musicas, da entrada, da cerimonia do seu casamento. E por uns minutos pensei, q qndo ficar noiva (ja mudei ate de ideia) nao marcarei o casamento enquanto nao conseguir organizar tudo isso, com muita dedicacao assim como vc. Parabens foi tudo perfeito, sem ter participado!!!