domingo, 21 de novembro de 2010

CASAL EM LUA DE MEL É BARRADO EM HOTEL POR SER NOVO DEMAIS

*** Esse blog mudou de endereço! ***
Visitem o site e o blog: http://www.beatrizdias.com.br/ 
http://beatrizdiaseventos.blogspot.com/


Oi meninas!!

Uma pausa nos mandamentos das madrinhas para uma mais uma notícia bizarra do mundo dos casamentos...

Eles já são pais, já casaram e ele deve seguir para a guerra. Mesmo assim, foram considerados novos demais para se hospedar em um hotel em Bakersfield, na Califórnia, nos Estados Unidos. O fuzileiro naval Jason Martin e sua noiva, Hillary, ambos de 18 anos, não puderam passar a noite de núpcias no Padre Hotel, que exige que seus hóspedes sejam maiores de 21. Nem a farda do noivo nem o vestido da noiva convenceram os funcionários do hotel a liberar a estadia dos dois, que havia sido um presente da mãe de Hillary.


Os noivos, que namoram desde o colégio, tiveram gêmeos nove meses atrás e decidiram se casar antes que Jason fosse para o treinamento de combate. Jovens e sem dinheiro, os dois não poderiam pagar uma viagem. A lua-de-mel seria, portanto, reduzida à noite de núpcias no charmoso hotel (confira a foto de um dos quartos) que cobra US$ 650 a diária em um sábado.

“Fiquei muito triste”, disse Hillary Martin em reportagem do jornal Los Angeles Times. “Fiquei arrasada. Pensei: ‘Cá estou eu procurando um lugar para ficar na minha lua-de-mel!’”. “Eles deveriam ter feito uma exceção. Se você aparece com um uniforme militar e um vestido de noiva, você tem que conseguir um quarto”, afirmou Jason. Alguém aí tira a razão desse jovem casal?

Com fome depois de uma festa em que mal tiveram tempo para comer, os noivos acabaram seguindo para um posto de gasolina para comprar salgadinho e refrigerante. Depois de rodar um pouco pela cidade, encontraram um hotel mais modesto, que tinha desconto para oficiais das Forças Armadas.

Esse seria o fim melancólico da lua-de-mel de Jason e Hillary, no dia 12 de novembro, não fosse por um primo. Indignado com a situação, ele reclamou da postura do hotel e gerou uma onda de apoio aos noivos. A história chegou à imprensa local, que cobrou uma explicação para a atitude do hotel. O gerente disse que os funcionários só estavam seguindo a regra estabelecida, e não abriria exceções.

Com essa explicação, o hotel só conseguiu atrair mais críticas da população local. Para conter a crise de imagem, o sócio do hotel, Brett Miller, decidiu pedir desculpas aos noivos. Disse que a política do hotel tinha como objetivo evitar que menores de idade bebessem – nos Estados Unidos é preciso ter 21 anos para comprar bebidas alcoólicas – e ofereceu uma estadia e um jantar para Jason e Hillary.


OK, legal. Mas é o tipo de caso em que nada, nada consegue compensar o estrago. O único consolo é ter uma história para contar para os netos. E, talvez, uma foto da vovó de noiva no posto de gasolina…

3 comentários:

Adriana Mello disse...

Bia,
O meu blog agora tem uma casinha nova nesse endereço:www.casamentoematernidade.com Qunado puder passa lá e altera o link. Todos os posts já foram transferidos para lá e a partir de agora todos os posts serão lá.

Beijão!

Ana Flávia disse...

gente que bafão !! nossa que povo doido! que regra mais maluca essa ser maior de 21 pra se ospedar em um hotel, tudo bem é crime ospedar menor de 16 se os pais mais 21 e casadosssssss!! nossaaaaa
Flor otima semana bjos

Sol disse...

Coitados dos noivinhos... Pelo menos o final não foi infelicidade total. Hj, lendo o jornal da minha cidade, vi uma manchete bizarra também: "Mulher planeja casamento e decobre que está morta"!!!

Gente sério, é verdade! Tão bizarra que eu até postei a reportagem no meu blog!

Tem cada caso, eu hein...

Besitos

http://infinitoenquantoduresolehick.blogspot.com